CSPS - Centro Social Paroquial de Sambade

Seg-Sex: 9h - 18h

Sobre Nós

A Nossa História

Centro Social Paroquial de Sambade

O Centro Social Paroquial de Sambade, situado no “Coração” da aldeia de Sambade, concelho de Alfândega da Fé, distrito de Bragança, inserido no Adro Paroquial foi fundado em 12/07/1985, conforme o registo no livro das Fundações de Solidariedade Social. Em Janeiro de 1989 iniciou a valência Centro de Dia, passando mais tarde a Minilar, no salão Paroquial, situado no rés-do-chão da Casa Paroquial.

Para colmatar a falta de resposta social no nosso concelho, o Centro Social Paroquial de Sambade realizou em 2011 a ampliação da instituição, passando a ter capacidade de internamento para 23 utentes.

CSP Sambade

Porquê escolher-nos

1

Missão

É missão do Centro Social Paroquial de Sambade contribuir para a melhoria da qualidade de vida do cliente, através da prestação de serviços com inovação, personalização e qualidade, por forma a obter a satisfação dos clientes.

2

Valores

O Centro Social Paroquial de Sambade inspira-se pelos valores da Solidariedade, da Igualdade, da Justiça, da Confiança e da Honestidade.

3

Visão

O Centro Social Paroquial de Sambade procura ser um modelo de referência enquanto instituição e desenvolver atividades de intervenção social. Apontando a contínua melhoria das suas valências, a proximidade e humanização numa ótica biopsicossocial e espiritual.

Galeria

O nosso espaço

Testemunhos

Embora não tendo nascido em Sambade, tenho uma grande ligação à terra dos meus pais. Aqui passava férias com a minha família, em casa dos meus familiares. Acompanhei a evolução do Centro Social e Paroquial de Sambade e, em 2018, a minha mãe passou a ser uma utente dessa instituição. Ficou viúva e a viver sozinha na sua casa, de onde não queria sair. Um dia caiu e, por feliz coincidência, eu estava presente. Ficou internada no hospital mais de uma semana (antes do Natal até ao início do ano) e a sua recuperação já decorreu no Centro Social, onde foi aceite de imediato. Se inicialmente punha algumas reticências em deixar a sua casa, agora a minha mãe sente-se bem e nem quer pensar em sair.

António Joaquim Oliveira

O Centro Social tem boas condições, uma rede de colaboradores atenciosos e cuidadosos, de fácil contacto, mantendo uma boa relação com os familiares dos utentes. Neste último ano, ficou comprovado o grande cuidado como tratadores, pois não ocorreu nenhum surto de COVID-19. Foi sempre dada a possibilidade de contacto com os utentes, sem deixar de cumprir as normas em vigor. Se fosse agora que a minha mãe tivesse o problema de saúde, não hesitaria em colocá-la no Centro Social e Paroquial de Sambade. Foi uma boa opção, que recomendo a quem tiver um familiar com necessidade deste tipo de apoio.

António Joaquim Oliveira (Cont)